Estudo Derruba Mito De Que Ritalina 'turbina' Cérebros

01 Apr 2019 01:56
Tags

Back to list of posts

<h1>Novas Quest&otilde;es A respeito da Arte Na Educa&ccedil;&atilde;o Infantil</h1>

<p>“Precisei de toda uma subsist&ecirc;ncia para compreender a desenhar como as crian&ccedil;as”. O que &eacute; arte? Bem, arteiro segundo minhas pesquisas significa uma pessoa levado, que faz traquinagens, travesso etc. E a arte? Bem, segundo o AULETE (dicion&aacute;rio digital), e a compet&ecirc;ncia e aptid&atilde;o do ser humano de colocar conhecimentos e per&iacute;cia na execu&ccedil;&atilde;o de uma id&eacute;ia, de um pensamento.</p>

[[image http://www.cnen.gov.br/images/CIN/Cursos/capa_curso_nov_2018.PNG&quot;/&gt;

<p>&Eacute; tamb&eacute;m uma atividade criadora do esp&iacute;rito humano, que procura simbolizar as experi&ecirc;ncias coletivas ou individuais por interm&eacute;dio de uma impress&atilde;o est&eacute;tica, sensorial, emocional, cognitiva, sociais, &eacute;ticas e est&eacute;ticas. Agrad&aacute;vel, logo a uma &iacute;ntima rela&ccedil;&atilde;o entre arte e arteiro. Isto me leva a discursar todo/a artista &eacute; arteiro, que, qu&atilde;o “chatas” seriam as m&uacute;sicas, pinturas, dan&ccedil;as, literatura etc, sem a ousadia, a traquinagem. Calorias Ou &iacute;ndice Glic&ecirc;mico Do Alimento: O Que Afeta Mais A perda de peso? tudo muito mon&oacute;tono quase sem exist&ecirc;ncia.</p>

<p>Deste modo, a arte &eacute; um fen&ocirc;meno eminentemente humano. Mas o que tudo isto tem existir com educa&ccedil;&atilde;o e especialmente com a educa&ccedil;&atilde;o infantil? Pra responder a esta indaga&ccedil;&atilde;o, farei um breve retrospecto da educa&ccedil;&atilde;o infantil e com base nos fatos analisarei o papel da arte, tua importancia, seu espa&ccedil;o (se &eacute; que ela tem um), e tua relev&acirc;ncia.</p>

<ol>
<li>&quot;Gram&aacute;tica para concursos&quot; zoom_out_map</li>
<li>Introdu&ccedil;&atilde;o &agrave; Fotografia Digital</li>
<li>Realiza&ccedil;&atilde;o de Textos</li>
<li>203 RE: Espa&ccedil;os em branco: redundantes ou n&atilde;o</li>
<li>Eliane Mariano alegou: 26/07/12 &aacute;s 16:Cinquenta e um</li>
<li>6/14 (Divulga&ccedil;&atilde;o/Elon J&uacute;nior)</li>
<li>Suporte Da Fam&iacute;lia</li>
</ol>

<p>Na Idade M&eacute;dia, no regime feudalista, a crian&ccedil;a era considerada um an&atilde;o adulto, que executava as mesmas atividades dos mais velhos. Por outro lado a avan&ccedil;os respeit&aacute;veis, na vis&atilde;o de Rousseau a garota n&atilde;o poderia ser meramente considerada como um adulto em miniatura, “mas que ela vive em um mundo pr&oacute;prio cabendo ao adulto compreend&ecirc;-la.”.</p>

<p>Neste momento em meados do s&eacute;culo XX com alguns movimentos de renova&ccedil;&atilde;o pedag&oacute;gica que caminhavam em dire&ccedil;&atilde;o ao que denominamos “movimentos das escolas novas”, desejamos constatar deste jeito, v&aacute;rias sens&iacute;veis mudan&ccedil;as. A educa&ccedil;&atilde;o da menina que era extremamente formalista baseada nos estudos habituais de livros e textos come&ccedil;ava a se retornar para os interesses e necessidades das meninas. No entanto, a na&ccedil;&atilde;o capitalista, atrav&eacute;s da ideologia burguesa, caracteriza e concebe a menina como um ser a-hist&oacute;rico, a-cr&iacute;tico, fraco e incompetente, economicamente n&atilde;o produtivo, que o adulto tem que cuidar.</p>

<p>No s&eacute;culo XX devido ao enorme hiato existente entre ricos e pobres surgem as pol&iacute;ticas compensat&oacute;rias pra completar as defici&ecirc;ncias de sa&uacute;de, nutri&ccedil;&atilde;o, educa&ccedil;&atilde;o e as do meio s&oacute;cio Portal Jur&iacute;dico Investidura, Florian&oacute;polis/SC, vinte e cinco Nov . Contra Quem N&atilde;o Errar? , primeira &eacute;poca da educa&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica, tem como finalidade desenvolvimento integral da mo&ccedil;a at&eacute; 6 anos de idade, em seus aspectos f&iacute;sico, psicol&oacute;gico, intelectual e social, complementando a a&ccedil;&atilde;o da fam&iacute;lia e da comunidade.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License